quinta-feira, outubro 01, 2009

46...




46...




Coloque-me no colo, sua pequena, maior amante.


Encosta em meu corpo seus desejos,


descansa em meus ouvidos seus medos.



Deixa eu ficar miúda, grande carinho,


tranquila serenidade no toque suave da sua mão.


É da sua boca molhada que minha face precisa.



Não tenha pressa em consumir o meu fogo,


nem pense em possuir-me antes de macias carícias,


inunda-me com a música dos seus olhos canções.



Beba a fonte das vontades loucas em minha pele,


ama minha alma com o silêncio dos santos,


minha carne com a ternura dos vadios.



Quero brotar sensual ramalhete em sua cama,


florescer todas as sensações cabíveis no sonho de nós dois,


gozar dos delírios toda a pureza da sutileza paixão.



E ao fim sentir que somos dos amantes os primeiros


em delicadeza, selvageria e cumplicidade.


Necessito sentido em minha vida: você.



Eliane Alcântara.

2 comentários:

Maria Bonfá disse...

que lindo Eliane.. vc sempre me encanta..parabéns..beijão

Solange disse...

aplausos!!
Sol